quinta-feira, 9 de junho de 2011

AR FRIO E SECO

Exercícios Físicos em Ambientes Frios


   No verão as pessoas podem ficar varias horas se banhando,fazendo exercícios, enquanto no inverno o ar frio e seco atrapalha.Os seres humanos possuem uma capacidade muito menor de adaptação ao frio do que ao calor.
  
   Devido ao calor gerado durante o exercício, o frio nao representa perigo. Porém, a exposição severa a baixas temperaturas pode levar a congelamento, hipotermia e morte.
   
   Exercícios aeróbicos  prolongados provocam ate 24 vezes mais calor. Se a intensidade do exercício não for suficiente para gerar calor, podem ocorrer o tremores e o aumento de consumo de oxigênio.

   Durante o exercício em climas frios ocorre uma maior ventilação, que causa a perda de agua nas vias respiratórias, ocasionando uma desidratação generalizada, secura na boca, sensação de queimação na garganta e irritação das vias respiratórias. Por isso é muito importante que se beba líquidos durante o exercício.




   Dicas para a Prática de Exercícios em Ambientes Frios:



                         Roupa adequada: em geral roupas quentes  e  impermeaveis que permitam a saida do vapor causado pela transpiração.
                        
                        Aquecimento adequado: a elevação da temperatura muscular antes do exercício pode melhorar seu desempenho.

                        Considerar a velocidade e direção do vento: procurar se exercitar a favor do vento para amenizar a sensação termica de frio, uma vez  que ela se agrava quando o exercício é feito contra o vento.
                           
                        Cuide com ambientes aquáticos: Aumentar a temperatura da agua, fazer intervalos de 15 em 15 minutos fora da piscina e aplicar vaselina ou lanolina para nadadores que vão fazer longos percursos são opções para evitar a hipotermia.

  
  O corpo é menos adaptavél fisiologicamemte ao exercício prolongado ao frio do que ao calor. Por isso não  devemos prescrever exercícios em ambientes frios, sem um diagnótico prévio do paciente ou atleta,pois o estresse  ao frio é altamente
relativo,depende do metabolismo, da resitencia e do calor corporal de cada um.




Nenhum comentário:

Postar um comentário